Biblioteca Digital de Produção Intelectual

De Área Técnica
Ir para: navegação, pesquisa

Introdução

O Repositório da Produção da USP é a Biblioteca Digital da Produção Intelectual da Universidade de São Paulo (BDPI), inaugurada em 22 de outubro de 2012. É o Repositório institucional e oficial da produção intelectual (científica, artística, acadêmica e técnica) da USP, em consonância com a Política de Informação da Universidade definida na Resolução nº 6.444. É um sistema de gestão, descoberta e disseminação cujos objetivos são:


- Aumentar a visibilidade, acessibilidade e difusão dos resultados da atividade acadêmica e de pesquisa da USP por meio da coleta, organização e preservação em longo prazo.

- Facilitar a gestão e o acesso à informação sobre a produção intelectual da USP, por meio da oferta de indicadores confiáveis e validados.

- Integrar-se a um conjunto de iniciativas nacionais e internacionais, por meio de padrões e protocolos de integração qualificados e normalizados.


Link de acesso: http://www.repositorio.usp.br



Diretrizes

Conforme previsto na Política de Informação mencionada, para a formação e desenvolvimento da memória da produção intelectual da USP, os servidores docentes, servidores técnicos e administrativos, discentes e pós-doutorandos deverão encaminhar à Biblioteca o conteúdo integral de produtos de sua autoria, à medida em que forem sendo publicados ou editados, seguindo as Diretrizes abaixo:


- A inserção de conteúdos no Repositório da Produção da USP - BDPI é realizada pela equipe da Biblioteca da Unidade à qual o autor está ligado ou por importação de dados via máquina executada pela gerência da BDPI.

- O depósito da produção intelectual poderá ser realizado de forma não exclusiva, mantendo os autores dos documentos todos os seus direitos, e respeitando a propriedade intelectual.

- Artigos, trabalhos de evento, livros, capítulos de livro são alguns exemplos de documentos de produção intelectual que podem ser cadastrados e disponibilizados na Biblioteca da Produção Intelectual da Universidade de São Paulo.

- O acesso aos documentos poderá ser aberto, embargado (por tempo limitado pelo contrato assinado pelo autor com a casa editorial), restrito para uso apenas pelos computadores da USP ou restrito completamente (nesse caso, o arquivo digital depositado servirá apenas para gestão, governança e preservação da produção).

- Quando uma produção intelectual não estiver disponível em formato digital, os metadados deverão ser registrados na BDPI e um exemplar da produção deverá permanecer depositado na Biblioteca da Unidade.

A Política de Informação USP definida pela Resolução 6.444 de 2012 encontra-se devidamente cadastrada no Diretório Internacional de Políticas de Informação – ROARMAP e segue a política de acesso aberto definida pela FAPESP. A BDPI está indexada no Diretório Internacional de Repositórios Institucionais Abertos - OpenDOAR desde 2012.

Nesse sentido, além do acesso à íntegra de documentos que estão disponíveis em acesso aberto na internet, o Repositório da Produção da USP indica o caminho para o material mais antigo, que ainda não foi digitalizado. Os registros remontam ao ano em que se tornou obrigatório aos pesquisadores da USP o depósito de sua produção nas Bibliotecas da Universidade.


Tipologias de Produção Intelectual

Segundo conceito adotado na Universidade de São Paulo, o termo produção intelectual engloba tanto as produções científicas, acadêmicas, artísticas como as técnicas. Como exemplos de trabalhos produzidos nessas categorias têm-se:

Produção científica – texto científico que apresenta coerência, consistência, originalidade e objetividade. Podem ser artigos de revistas, trabalhos em congressos, livros, capítulos de livros e outros.

Produção acadêmica – produções derivadas de atividades de ensino produzidas tanto pelo corpo docente como discente; por exemplo, teses, dissertações, material de ensino e os diversos objetos educacionais de aprendizagem.

Produção artística – produção resultante de artes cênicas, música, artes visuais: obras artísticas, vídeos, roteiros, catálogos, curadoria, dentre outras.

Produção técnica – resultante das atividades técnicas desenvolvidas tanto no ensino como na pesquisa e extensão. São exemplos: softwares, produtos, processos técnicos, patentes, marcas, maquetes, projetos e relatórios de pesquisa.

Pode reunir versões pré-print, pós-print e versão final PDF do editor de artigos originais, artigos de revisão, artigos de atualização, traduções, relatos de experiências, resenhas, ensaios, editoriais, cartas ao editor, debates, notas científicas e técnicas, depoimentos, entrevistas e pontos de vista. Seguindo a política da Fapesp, somente arquivos POST-PRINT e versão publicada do editor PDF FINAL estão sendo depositados no Repositório da Produção.



Envie sugestões de aprimoramento das informações da Área Técnica para atendimento@aguia.usp.br